sábado, 31 de dezembro de 2011

Happy New Year *-*

Queria desejar a todos vocês um ótimo ano novo, que 2012 traga tudo o que 2011 não foi capaz de trazer, que todos os medos sejam perdidos e todas as conquistas realizadas, que tudo de bom aconteça, que todos os sonhos sejam realizados. Tudo de bom pra vocês, não só hoje, mas sempre.
Beijos, Biia.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Tout...


     girl .:. picture on VisualizeUs

     Tenho em minha mente, que nunca fui boa demais, nunca fiz grandes ações, nunca tive fé e benevolência muito grandes, nunca fui uma pessoa de mente grandiosa, nunca fui grandiosa, não o bastante, não como queria, não como deveria ser. Talvez, devesse tentar mais, ou tentar menos, tentar deixar de ser grande para que as pessoas possam ver e ser grande o suficiente para eu ver, para eu sentir, ser o bastante para mim, não para os outros.
     Nunca fui perfeita, sei disso, porém, no meio de todas aquelas buscas de perfeição, alguns pequenos trechos de perfeito se passaram diante de meus olhos e eu os deixei escapar. Nunca fui perfeita, porém, pessoas imperfeitas - como todos nós, humanos - merecemos uma segunda chance.
     Mas nessa busca de segundas chances, há uma hora, que o amanhã não existirá, e você jamais terá a oportunidade de consertar o hoje, o ontem, os dias e os erros. É isso que temo,  não ter amanhã, não ter como dizer a todos que amo o que sinto, não ter como cuidar das pessoas que quero, não ter como fazer alguém feliz, temo que seja tarde demais.
     Então escrevo, escrevo para todos aqueles que amo, que amei e que amarei, escrevo para dizer que mesmo não sendo perfeita, vivi para isso, busquei a perfeição dentro de mim, errei, como já era previsto, mas não desisti, porque é sempre assim, se você ama, você não desiste. Escrevo para lhes dizer que todos foram importantes, que todos, de alguma forma, fizeram momentos perfeitos, momentos que eu me senti feliz, momentos que, hoje, são as maiores recordações da minha vida. Escrevo para lhes dizer que, aonde quer que eu esteja, seja quando for, eu vou amar vocês, vou amar as lembranças de vocês, vou amar o pedacinho de vocês que existe dentro de mim. Eu amo vocês.

Biia

sábado, 24 de dezembro de 2011

Christmas

Tumblr_lwpdy3xras1r6ke15o1_500_large


Olá pessoal, tudo bem? Queria desejar feliz natal para todos vocês e suas famílias. Tudo de ótimo pra vocês. Aproveitem bastante todas aquelas delícias que tem na ceia e ganhem muitos presentes.

Beijoos e bom natal, Biia

sábado, 17 de dezembro de 2011

Alguém disse #3

"No momento em que duas pessoas se tornam amigas, elas de uma certa forma se isolam das demais. [....] A comunidade pode até repeli-las e suspeitar delas. Os líderes no geral fazem isso. Os diretores de escolas, os administradores de comunidades religiosas, os capitães de navios, podem sentir-se preocupados quando surgem amizades fortes entre pequenos grupos de seus agregados.

[....] O conceito que valoriza a coletividade acima do indivíduo necessariamente também desacredita a Amizade; ela é uma relação entre homens em seu mais alto nível de individualidade. Isola os homens do “conjunto” como a própria solidão poderia fazê-lo; e mais perigosamente ainda, pois os isola em grupos de dois ou três [....] Dizer, “Estes são meus amigos” é o mesmo que dizer, “Estes não são”.

Todo nome que dão a um círculo de amizade é quase sempre depreciativo. Na melhor das hipóteses chamam-no de “grupo”, “roda”, “gang” [....] Os que só conhecem pessoalmente a Afeição, o Companheirismo e Eros consideram os Amigos como “pedantes convencidos que se julgam bons demais para nós”. Esta é naturalmente a voz da inveja, mas ela sempre faz a acusação mais verdadeira...

[....] Sozinho, entre companheiros que não me compreendem, eu mantenho certos padrões e pontos de vista timidamente, um tanto envergonhado por admiti-los e um tanto duvidoso de que possam ser certos. Mas basta estar de volta aos meus Amigos e em meia hora, ou mesmo dez minutos, esses mesmos padrões e conceitos se tornam de novo indiscutíveis. A opinião desse pequeno circulo, enquanto estou nele, supera a de mil outras pessoas: à medida que a amizade se robustece, me sentirei assim, mesmo quando meus amigos estão distantes, pois todos queremos ser julgados por nossos iguais, por aqueles que são “segundo o nosso coração”.

Apenas estes conhecem na verdade nossos pensamentos e só eles julgam segundo padrões que reconhecemos. É deles o louvor que cobiçamos e a censura que tememos.

[....] É fácil ver, portanto, por que as autoridades não vêem com bons olhos a Amizade. Cada amizade verdadeira é uma espécie de secessão, e mesmo rebelião. Pode ser uma rebelião de pensadores sinceros contra erros aceitos ou de maníacos contra o bom senso aceito; de verdadeiros artistas contra a arte popular inferior, ou de charlatões contra o gosto civilizado; de homens bons contra a maldade social ou de homens maus contra a bondade. Qualquer que seja ela, não irá agradar os que estão Em Cima.

Os homens que possuem amigos fiéis são menos fáceis de manejar ou “alcançar”; mais difíceis de corrigir por parte das boas autoridades e de corromper por parte das más. Assim sendo, se nossos senhores [....] de maneira sutil [....] vierem a ter êxito em produzir um mundo em que todos são Companheiros e ninguém é Amigo, terão removido alguns perigos, e terão também tirado de nós aquilo que é quase nossa mais forte proteção contra a servidão absoluta.

Os perigos porém são perfeitamente reais. A Amizade (como os antigos descobriram) pode ser uma escola de virtude; mas também (como não perceberam) uma escola de vício. Ela é ambivalente. Torna melhores os homens bons e piores os maus.

Fica evidente que o elemento de divisão, de indiferença ou surdez (pelo menos em alguns assuntos) às vozes do mundo exterior, é comum a todas as amizades, sejam elas boas, más, ou simplesmente inócuas. Mesmo que a base comum da amizade não seja nada mais momentoso do que colecionar selos, o círculo correta e inevitavelmente ignora a opinião de milhões que a consideram como uma ocupação tola, e dos milhares que são apenas diletantes [....] Da mesma forma que sei que eu seria um intruso num círculo de golfistas, matemáticos ou motoristas, reivindico o mesmo direito de considerá-los intrusos no meu.

As pessoas que aborrecem umas às outras devem encontrar-se poucas vezes, as que interessam uma à outra, muitas vezes. O perigo está em que esta indiferença ou surdez à opinião externa, embora justificada e necessária, pode levar a uma indiferença ou surdez totais [....] A surdez parcial, nobre e necessária, encoraja a surdez total que é arrogante e desumana [....] A surdez parcial e justificável é baseada em certo tipo de superioridade - mesmo que se tratasse de um conhecimento superior a respeito de selos. O senso de superioridade vai então ligar-se à surdez total. O grupo irá desdenhar e ignorar os que se acham fora dele; tornando-se, com efeito, algo muito semelhante a uma classe. Um círculo social é uma aristocracia autonomeada.

[....] Numa boa Amizade cada membro se sente humilde em relação aos demais. Vê que eles são esplêndidos e se julga com sorte por estar entre os mesmos [....] Mas, infelizmente, esses eles, de um outro ponto de vista, são também nós. Assim, a transição da humildade individual para o orgulho corporativo é muito fácil [....] Já vimos isto sendo feito pelos “ veteranos” na escola falando na presença de um aluno novo, ou dois “permanentes” no Exército diante de um “temporário ”; tais pessoas se expressam com grande intimidade a fim de serem ouvidas. Todos os que não fazem parte do círculo precisam saber que não estão nele. A Amizade pode em análise final não ter base alguma, exceto o fato de ser exclusivista. Ao falar a um Estranho, cada membro tem prazer em mencionar os outros pelo primeiro nome ou por um apelido; não apesar de que, mas porque, o Estranho não saberá a quem se refere.

[....] Podemos detectar assim o orgulho da Amizade em muitos círculos de amigos. Seria precipitado supor que o nosso possa estar livre desse perigo, pois, como é natural, exatamente nele é que seríamos mais lentos em reconhecer essa falha.

A amizade é até mesmo angelical, mas o homem precisa ser triplamente protegido pela humildade se quiser comer o pão dos anjos sem risco."

C. S. Lewis

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Can I be your princess?

1301538067tumblr_l6ajtneiw81qd0lpio1_500_large


Sei que a perfeição passa longe de mim. Sei que você, assim como eu, não é perfeito. Mas você é a unica pessoa que pode fazer o meu mundo perfeito, com todos os defeitos, de todos os jeitos. Sei que não sou a princesa dos contos de fadas, sei que você não vai chegar em um cavalo branco, mas esse nunca foi o meu conceito de perfeição.
Eu poderia ser sua princesa, não acho que essa seja uma ideia ruim. Acho que você pode ser meu príncipe, não sei se quer, mas se quiser, com certeza, seria uma boa escolha.
Se tudo der certo, serei sua princesa, e gritarei ao mundo, sem medo.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Pour t'elle

Tumblr_lmqzefrzzp1qzudvdo1_1280_large


Tudo começou em uma manhã, o dia estava ensolarado e, com certeza, era o pior dia da minha vida, o dia que tudo tinha mudado. Era tudo estranho e novo demais. Ela era estranha, ao meu ver, diferente de todo mundo que ali estava, eu percebera sua meta, chamar atenção, de todos, talvez de alguém especial, mas isso não viria ao caso, não iria descobrir naquele momento. Eu, desde o início, pensava que nunca iria chegar perto daquela garota, ela não parecia gostar de mim, e eu não gostava dela, na verdade, eu não sabia se gostava ou não, até porque, eu nunca havia conversado com ela.
Mal sabia eu que tudo aquilo era, apenas, uma primeira impressão. Depois de um tempo, se mostrou uma garota doce, uma pessoa que podia explodir a qualquer momento, uma pessoa que, a pesar de tudo, era uma pessoa boa.
Hoje, ela é uma menina que eu amo demais e que eu quero que esteja sempre ao meu lado.

Dedicado a Ju, minha eterna pequena.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Paciência

Tumblr_lw1p6o93gr1qfue0ko1_500_large


Um, dois, um, dois, três, quatro

Derramei uma lágrima porque estou sentindo sua falta
Ainda me sinto bem o suficiente para sorrir
Garota, eu penso em você todos os dias agora
Houve um tempo que eu não tinha certeza
Mas você acalmou minha mente
Não há duvida, você está em meu coração agora

Eu disse: mulher, pega leve,
Tudo vai se resolver bem por si mesmo
Tudo que precisamos é de um pouco de paciência
Eu disse: doçura, vá com calma
E vamos ficar bem juntos
Tudo que precisamos é de um pouco de paciência (paciência)

Eu sento aqui nas escadas
Pois eu quero ficar sozinho
Se eu não puder te ter agora, eu esperarei, querida
Às vezes, eu fico tão tenso,
Mas eu não posso acelerar o tempo
Mas você sabe, amor, há mais uma coisa para considerar

Eu disse: mulher, pega leve
As coisas vão ficar bem
Você e eu só temos que ter um pouco de paciência
Eu disse: doçura, não se apresse
Pois as luzes estão brilhando
Você e eu temos aquilo que é necessário para dar certo,

Não fingiremos
Nós nunca romperemos
Pois eu não suportaria

Um pouco de paciência, sim
Precisa de um pouco de paciência, sim
Só um pouco de paciência, sim
Um pouco mais de paciência, sim

Eu estive caminhando nas ruas à noite
Tentando ter certeza disso
(Só um pouco de paciência)
É difícil ver com tantos por perto
Você sabe que eu não gosto de ficar preso na multidão
(Só um pouco de paciência)

E as ruas não mudam, apenas os nomes, baby
Não tenho tempo para joguinhos
(tem que ter um pouco de paciência)
Porque preciso de você, sim,
Sim, mas eu preciso de você
(só precisa de paciência)

Uhh, eu preciso de você (só um pouco de paciência)
Uhh, eu preciso de você (é tudo que você precisa)
Dessa vez


Patience - Guns N' Roses


Essa não é mais uma das minhas crises de amor, foi a minha irmã que sugeriu, eu juro! e.e
E, gente, vocês ainda podem sugerir posts, só não tô colocando por preguiça mesmo, mas sugiram ai!
Beijão pra vocês, meus amores

sábado, 10 de dezembro de 2011

Alguém disse #2


29%252523+carta+do+seu+reflexo+no+espelho_large

"Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz"
Tati Bernardi 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Imperfect


Tumblr_lvkt87duvk1r564pno1_250_large

     Desculpe-me, desculpe-me por, às vezes, não ter sido a melhor pessoa pra você, mas é que, nem sempre, sou a melhor pessoa pra mim. Desculpa pelas mágoas, pelas vezes que eu fiz menos do que podia, pelas vezes que eu preferi deixar pra lá ao invés de resolver.
     Desculpa, eu não posso ser perfeita, nunca fui, e você me conheceu assim, e tornou-se parte de toda essa imperfeição. Só espero que gostem de mim do jeito que eu sou, do jeito que eu sempre fui.
Assim como eu, você também é imperfeito, e eu amo esses seus defeitos, esses seus erros, esses seus acertos, essas suas manias, esse seu jeito tão seu...
     Tenho tantos defeitos, o pior de todos é meu vício em você e essa saudade. Não vejo o porquê de insistir em um erro  como esses, sofrer, pra nada, por nada e ainda estar tentando, não desistindo de uma coisa que não vai dar certo. Mas eu tento, não desisto, porque eu não quero perder tudo, não quero perder as chances que tenho com você, se é que tenho alguma, mas mesmo que não tenha, eu tenho esperanças de um dia conseguir, mesmo que isso me faça sofrer, me machuque, me corte e quebre, cada vez mais, meu coração.
     Eu tenho sonhado tanto com você, outro dia, sonhei que estávamos em um dos meus lugares preferidos(não vem ao caso citá-los agora), e lá estava você e meus amigos. Você estava lá, diria que estava lindo, mesmo estando normal - isso é só uma forma de dizer que eu te acho lindo, nas formas mais simples , mas ignorem esta parte.
     Menino, nessa minha imperfeição eu te amei e ainda amo. Saiba disso!

Biia

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

I miss you...


Ad29bdeb20tgsncrk_29215_b7c800cffd_large



Porque as saudades de você só aumentam, cada dia mais, e junto com a saudade, aumenta a distância e a vontade de você. Acho que estou ficando louca, essa vontade insana e incontrolável de você não cessa, tem efeito contrário.
Alguns dizem que o tempo cura, que o tempo faz perdoar e esquecer, mas não é, e nunca foi, assim comigo. O tempo, para mim, só tem o resultado inverso, ou, ao menos, vem se apresentando dessa forma. O tempo insiste em cruzar o meu caminho, o caminho trilhado pelo destino que, a todo momento, se revela um pouco mais e, consequentemente, me surpreende.
Minha vida está de cabeça pra baixo, está tudo desorganizado como nunca esteve.
Cansei, chega, essa vida com essa monotonia está acabando comigo. Já está ficando normal acordar pensando em você, dormir pensando em você, viver pensando em você. Eu gosto demais de você, ( meu melhor amigo, diz que eu te amo, mas não se se é a expressão certa para usar nesse momento)mas é que as vezes isso cansa, isso machuca, isso fere, mais do que qualquer outra coisa que tenha me atingido.
Só quero que entenda que esse não é um texto bonito para você se sentir feliz ao ler, é um desabafo, com significados, e mesmo que não tenha significados para você, tem para mim, e o problema é que o significado me machuca. Esse texto, que está resumido em poucas palavras, significa um pedaço da minha saudade. Eu não sei mais escrever, passo horas tentando, mas não há nada de novo, não há nada que já esteja escrito. As palavras não saem mais como antes, não saem tão belas, não saem como antes.
Não sei se desisto ou tento, tentar mais me levará ao fundo do poço, desistir nunca me trará você, é uma difícil escolha, e eu já não sei mais o que fazer dessa nova vida, tão doida, tão estranha, tão nova ao meu ver.

Alguém disse #1




Dessa vez não vou evitar dizer o que está na minha cabeça só porque eu sei que minha mente geminiana vai negar no dia seguinte, não fugirei de palavras bonitas porque quem diz não é uma pessoa perfeita, não arrumarei mil defeitos pra brigar contra as novecentas e noventa e nove qualidades, não desviarei meus olhos por medo de ter minha mente lida, não sumirei por medo de desaparecer, não vou ferir por medo de machucar, não serei chata por medo de você me achar legal, não vou desistir antes de começar, não vou evitar minha excentricidade, não vou me anular por sentir demais e logo depois não sentir nada, não vou me esconder em personagens, não vou contar minha vida inteira em busca de ter realmente uma vida.
Dessa vez não vou querer tudo de uma vez, porque sempre acabo ficando sem nada no final.
Estou apostando minhas fichas em você e saiba que eu não sou de fazer isso. Mas estou neste momento frágil que não quer acabar. Fiquei menos cafajeste, menos racional, menos eu. E estou aproveitando pra tentar levar algo adiante. Relacionamentos que não saem da primeira página já me esgotaram, decorei o prólogo e estou pronta pro primeiro capítulo.

Caio Fernando Abreu 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

...


Ate a pequena luz brinha a escuridão acredito que somos um cubo de madeira ,sem utilidade. Temos que acreditar em nos pra fazer esse cubo se mexer e fazem com que tudo o que temos se liberte,pois todos temos uma essência e essa essência tende ser mostrada para que nos mostremos  quem somos e par que viemos
Acredite nesse cubo de madeira e perceba que ele  poderá dizer mais do que imagina

Escrito por Mel'ckee, leitora do blog.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Um fim de tarde


Black Rainbow

O sol dessa tarde fria bate em meu rosto, em meus cabelos, em meu corpo. Sentada a mesa, sem histórias, sem risadas, sem nada e, principalmente, sem seu abraço, sem você.
Esse sol me incomoda e me aquece, eu permaneço aqui, para ver se sua falta se vai por alguns instantes, para ver se há algo que me envolva mais que seu sorriso. Horas e horas dialogando com a minha mente, já se passaram dias, semanas, meses... Me escondo atrás deste computador, afundo minhas mágoas em abraços distribuídos para meus amigos, mas você ainda é meu amigo e minha pessoa preferida, para tudo.
Olho através da janela, por onde o sol entra, irá chover, digo, irá chover do lado de fora, do lado de dentro, já está alagado, às vezes, chega a transbordar. Peço desculpas por ser tão fraca, por não mostrar quando eu choro, por esconder isso de todos, mas não gosto de mostrar isso, para ninguém.
Olho para esse copo de suco, suco de pêssego como eu gosto, e lembro de nossos momentos, tudo tão nosso. Lembro-me de suas piadas para me fazer alegre, lembro-me de como costumava me chamar, lembro-me, então, da conclusão que chegara noite passada, nada, nunca mais, seria a mesma coisa. É tanta saudade, menino, que meu coração se aperta só de pensar, é triste lembrar que nunca mais vai ser a mesma coisa, que eu nunca mais vou rir como antes, que você, mesmo que não seja só passado, não vai ser a mesma pessoa.
Desculpa por te querer cada dia mais, por sonhar com você, por pensar em você, mas a culpa é sua, se você pensar, não era nem para sermos amigos, mas você sempre implicou comigo (e eu, aqui, rindo de toda aquela palhaçada que você fez, e que me fez gostar de você, desde a primeira vez que conversamos, se lembra?), sempre fez brincadeiras que, desde o início, me conquistaram. Espero que eu não seja a unica a se lembrar daqueles momentos, foram os primeiros de muitos, foram bons, muito bons.
Ah, menino, esses momentos tão bons, tão especiais, tão guardados, às vezes, insistem em sair dessa gaveta e, mais uma vez, me fazer derramar lágrimas.
Desculpe-me por tudo isso, desculpe-me por meus erros, desculpe-me por te querer tanto assim.

Biia.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

31/12/2011


Untitled

E então, exato um mês para o fim do ano. 31 dias e se não valeu apena, faça valer.
Esse ano, talvez, não tenha sido o melhor de todos, mas tiveram coisas boas, assim como coisas ruins. Hoje, faltando um mês para esse ano acabar eu digo a vocês "Eu vou dar o melhor de mim". Alguns pensarão "Mas já é tarde demais, ela não pode concertar as coisas em um mês". Saibam que eu posso sim, ou, ao menos, posso tentar. Posso tentar não errar tanto, não ser tão fraca como venho sendo, conseguir objetivos esquecidos e tentar ser melhor.
Eu espero que, daqui pra frente, tudo ocorra bem, que eu chore, que eu fique triste, que eu me apaixone, que eu brinque, que eu sorria, que eu faça amigos e que, acima de tudo, seja feliz, mais feliz do que nunca. Eu quero sentir saudade, mas quero sentir aquela sensação perfeita de reencontrar a pessoa que eu sentia falta. Eu quero sonhar, mas quero ter o prazer realizar esse sonho. Eu quero dormir e acordar tarde, eu quero andar descalça na chuva, quero fazer loucuras, quero ser o motivo do sorriso de alguém e quero fazer alguém feliz.
334 dias se passaram, sua vida foi boa? Você sorriu de verdade? Você fez amigos? Você aprendeu algo que vai levar pra toda sua vida? Você sonhou?
Tenho dez metas para serem cumpridas, vou dividi-las com vocês.
1-   Ser feliz;
2-   Fazer amigos;
3-   Aprender algo;
4-   Fazer alguém sorrir;
5-   Criar alguma coisa;
6-   Ajudar as pessoas que eu gosto;
7-   Ajudar as pessoas que eu não gosto;
8-   Ser menos confusa;
9-   Emagrecer;
10- Ser melhor.
Espero que eu lembre delas, e que faça o meu melhor para alcançar meus objetivos, não só nisso, em tudo.
Acho que é só, por hoje.
Beijos gente, Biia.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Dreams..

Tudo é uma perda de tempo, sonhos são uma perda de tempo, perda de tempo pois não se tornarão realidade. Realidade é a verdade que resta, verdade de uma sociedade que só sabe mentir, sociedade de sonhos jogados fora, sonhos gastos, sonhos banidos, sonhos ilusórios. Sim, ilusórios, nunca te levarão a lugar nenhum...
Aceite a realidade, Aceite a verdade! É sua unica saída... Infelizmente, é sua unica saída das mentiras, pregadas por seu coração e sua fraca mente.
Mente de ideias loucas, ideias loucas por amor, que nunca se encontra.
Seria mais fácil se fosse presente, presente nos momentos difíceis, nos momentos de tristeza, nos momentos de carência, ah como seria fácil...
Mas não, não é um sonho, não é fácil como nos sonhos, aqui estamos, encarando a dificuldade, encarando a REALIDADE!

domingo, 27 de novembro de 2011

Não tem como esconder


Facebook

Você nunca saiu da minha cabeça, você me marcou, me machucou, mas me amou, me fez sentir amada, me fez sorrir. Eu me pego pensando em você a todo momento. Isso nunca aconteceu antes, o que está acontecendo? Todo mundo diria que é amor, mas o que é o amor? Eu não contei pra ninguém, ou quase ninguém, são poucos os que sabem. Eu confesso, tento, a todo momento, te esquecer, não lembrar da sua voz, do seu sorriso, das suas brincadeiras idiotas e dos nossos momentos, mas eu não consigo, desculpe-me pela minha fraqueza. Eu disse tantas e tantas vezes que eu não iria mais falar com você, olha para você, pensar em você e que iria te esquecer, mas você me assombra, me perturba.
Não sei, mas por que você é assim? Por que tem que ser assim com a gente? Por que eu fui tão burra de achar que não era você? Eu nunca me entendi, mas agora eu estou mais confusa, eu não sei descrever isso, só sei que é você que eu quero.
Hoje, sonhei com o seu sorriso, seus olhos, você... Você estava lá, parecia de verdade, parecia que tudo era real e parecia, ainda, que você me amava. Ah, garoto, se isso fosse verdade... Eu sonho com isso, não precisa estar dormindo, é a todo momento, fecho os olhos e quem está lá? Isso mesmo, você.
Como eu queria você ao meu lado, aqueles momentos, aquelas brincadeiras. Eu lembro de toda nossa história, tão nossas...
Saudades de tudo isso, menino. Acho, só acho, que você veio pra ficar, mas te peço, se for pra ficar, fica comigo?

Biia

sábado, 26 de novembro de 2011

My Hero - Foo Fighters


Too alarming now to talk about
Take your pictures down and shake it out
Truth or consequence, say it aloud
Use that evidence, race it around
There goes my hero
Watch him as he goes
There goes my hero
He's ordinary

Don't the best of them bleed it out
While the rest of them peter out
Truth or consequence, say it aloud
Use that evidence, race it around

There goes my hero
Watch him as he goes
There goes my hero
He's ordinary

Kudos my hero leaving all the best
You know my hero, the one that's on

There goes my hero
Watch him as he goes
There goes my hero
He's ordinary

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Fight

Pegue seu escudo, para se proteger, pegue sua espada, para cravar em seu adversário, pegue sua armadura, para não sofrer grandes feridas. Agora, você está pronto(a) para lutar, não desista, não assim tão fácil, morrer em campo de batalha, lutando por algo que deseja, não é, assim, uma opção tão mal.


Talvez, o maior erro que eu já tenha cometido seja desistir, não achar escolhas ou opções certas, para o que é certo ou melhor. Digo-te, então, para ser forte, por mais que vá doer, lutar e morrer com uma espada adversária cravada em seu coração.
Ninguém disse que seria fácil, lembre-se, mas não é impossível. Volte no início se for preciso, mas não esqueça, você precisa estar lá, lutando, morrendo aos poucos, vencendo. Não tema a morte, pois ela nunca significou a perda, acho que a morte é uma vitória, vitória por ter morrido tentando, tentando ser melhor a cada dia, tentando fazer o melhor.
Acho que deveria seguir mais os conselhos da minha mente, mas, as vezes,  eles não são, assim, tão esclarecidos, é que, algumas horas, eu me perco em meus pensamentos, me perco tentando parar de sofrer, sem fazer nada.
Lute em busca de seus sonhos, tenha os mais loucos, nobres e estranhos sonhos, consiga-os. A felicidade está na conquista de algo que você quer, não negue.

The Scientist - Coldplay

Ps: O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.

Beijos, Biia.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

News

Queridos, hoje eu tenho uma novidade para lhes contar. O meu amigo Vitor do blog Outshineds vai passar a escrever aqui. Eu o convidei para entrar, pois ele disse que estava pensando em criar outro blog, para falar de um tema diferente do dele, ai me surgiu essa ideia. Ele não aceitou logo de cara, mas depois eu o convenci, e então, passará a postar aqui no La Vie. Espero que gostem.
Beijos, Biia

Ps: Gente, eu não tive tempo de fazer novos posts, amanhã me sobrará um tempo e eu os postarei.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Blogs, sites, tumblrs...

Bem, hoje, como cheguei mais cedo da aula e tem dois posts para fazer, eu vou escolher um só, que é o que fala sobre o que eu faço no computador.


Eu gosto muito dos blogs Wômito e Daniela Filipini. A primeira vez que eu li Wômito foi no Orkut (decadência total, mas foi muito maneiro), ai eu visitei o blog que estava lá em baixo, foi ai que eu fiquei viciada nesse blog. O Daniela Filipini eu vi nas recomendações do Wômito e amei. Eles tratam de assuntos diferentes, o da Daniela é mais de amor, o Wômito de coisas da vida, é meio que o La Vie (na verdade, o La Vie foi inspirado do Wômito #fato). Tem blogs dos meus amigos também: Outshineds, Assassinos Memes, Forever Alone, e todos aqueles que eu sigo, só ir no meu perfil.
Eu não recomendo nenhum site não, mas tem um de moda que eu acho super legal, mas é de moda, e eu não sei se vocês gostam muito disso. Mas fica a dica pra quem quiser: Garotas Estúpidas.
Eu gosto, também, de tumblrs. Eu até tenho um: Mon Refugie, quem tiver, segue lá. Indico: No heart girl, Life has secrets, I will never 4get you, Giovanni Tomasco e Você faz sua história (eu estou com preguiça de colocar a url, então é só vocês tirarem os espaços, acentos e letras maiúsculas).
Uma coisa que eu odeio fazer quando eu estou no computador e que eu não suporto ouvir as pessoas falarem são jogos, sério, pra mim, tudo não passa de perda de tempo e dinheiro, mas tudo bem, eu não posso fazer nada se você gosta.
Eu gosto de facebook também. O meu > http://www.facebook.com/profile.php?id=100000944063572
Orkut... tenho, mas não gosto > http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=18370459577468340102.
Enfim... é isso que eu constumo fazer por aqui.
Beijão para vocês, espero que tenham gostado.
Biia

Ps: O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Mon pensée


 Essa imagem é meramente ilustrativa.



Hoje, vou falar sobre meus pensamentos e sobre como eu penso nas coisas que estão, estavam e estarão acontecendo.
Eu acho que tudo que acontece na vida das pessoas é para crescimento pessoal. Você pode estar se perguntando "Mas você fala de tristezas, de coisas tristes e depois se contradiz dizendo que é crescimento pessoal?".  Eu posso até concordar que eu falo de coisas tristes e lamento, até demais, as coisas que eu fiz ou deixei de fazer, mas eu acredito que tudo o que a gente faz é para crescer. Eu já passei por coisas ruins, coisas boas, coisas que não foram nem boas, nem ruins, e eu aprendi a ver o lado bom de tudo, acho que isso é crescer.
Sendo bem sincera, na minha opinião, não existem coisas que são tão ruins assim. Claro que eu sofro e fico triste, isso não é muito raro, mas passa e você aprende a conviver com os problemas, não há nada que te faça morrer. Desculpa se alguém não acha assim, é só o que eu acho.
As coisas acontecem porque tem de acontecer, e a vida vai andando de acordo com os problemas. O que aconteceu, em tudo, foi bom, só há uma coisa que eu me arrependo de não ter feito, não ter aproveitado bem cada momento que eu passei ao lado de quem eu amava, ainda amo, mas que hoje, ficou lá atrás, e não sei se volta (vocês não sabem o quanto eu quero que volte, mas isso não é assunto pra esse post).
Eu só acho que as pessoas deveriam ver o lado bom das coisas. O lado bom de correr com os amigos, de rolar na grama e ficar com o cabelo todo cheio de folhas, de bom de se apaixonar estupidamente, o lado bom de quebrar a perna (ok, não tem lá um lado tão bom, mas existe), o lado bom de se arriscar, o lado bom de ouvir a mesma música umas mil vezes.
Eu acho que esse post não tem um fim, não pra mim, mas ele já se estendeu e está se desviando do assunto. Bem, eu vou terminar por aqui, qualquer coisa perguntem-me, eu vou responder nos comentários mesmo.
Beijos, flores do meu jardim.

Ps1: Gente, peço desculpas, mas essa semana não vai dar para postar todos os dias, por motivos pessoais.
Ps2: O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.
Ps3: Eu amo vocês pessoas, e eu estou feliz por um motivo desconhecido.

domingo, 20 de novembro de 2011

School...




Bem, hoje, vou falar um pouco sobre minha escola.
No início do ano, eu troquei de escola e era tudo novo demais, pessoas novas demais, jeitos novos demais, regras e coisas banais novas demais. Mas, aos poucos, eu tive que aprender a conviver bem com isso, concordando ou não.
Meus amigos são legais, eu não me considero uma pessoa com poucos amigos, mas não sou a popular da escola e andar comigo nem é vantajoso (só estou falando isso, porque para uma pessoa ser popular ela tem que ser rica, bonita e ter fama na cidade. Eu não tenho nenhum dos três...), mas eu tenho meus amigos e eu os adoro.
Meus professores, bem, são professores, e a função de professor, na maioria das vezes, além de ensinar, é, também, ser chato. Mas eu gosto bastante deles, em geral. Só não gosto muito do meu professor de religião e matemática, não curto muito e tal.
Minha diretora/ coordenadora/ qualquer mulher lá daquele lugar é uma pessoa muito chata, Mano do Céu, aquelas mulheres são muito chatas, de verdade. Mas até que eu convivo bem com elas, não que eu conviva, até porque não é uma coisa muito divertida, legal e prazerosa.
Sempre tem aquelas regrinhas idiotas que os alunos não concordam muito, e eu acho que a pior delas é não poder usar celular. Eu fico pensando "Cara, se alguém viesse pra escola com um canivete, tudo bem eles proibirem, mas o que um celular faz? Mata alguém por acaso?". Mas é só o que eu penso, e nem quero criar confusão naquele lugar... Mas, enfim, é essa a minha "rotina" na escola.



Ps: O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.


Beijos, Biia.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

In my life...

Hoje vou falar da influência da música na minha vida.
Bem, eu ouço muita música, meu estilo preferido é rock - do clássico até o hard-, mas eu também ouço algumas (muito poucas) outras músicas, que são músicas mais clássicas da MPB, e algumas coisas de metal também.
Eu, como poucos (ou muitos), sabem, toco guitarra, e mesmo tendo parado de fazer aula, ainda toco.
Eu não tenho essas coisas de lista de banda preferida não, mas eu gosto muito de Guns n' Roses, The Pretty Reckless, Black Sabbbath, Iron Maiden, Lita Ford, entre outros.
Como guitarrista, admiro bastante o Slash (antigo Guns n' Roses, Velvet Revolver e atualmente solo) e a Joan Jett (antigo The Runaways e atual Joan Jett and the Blackhearts). Meu cantor preferido é o Axl Rose, mas não agora (convenhamos, ele está um lixo, desculpem-me fãzinhos posers), mas quando ele tinha seus 20 anos e estava no auge da carreira, minha cantora preferida é a Taylor Momsen, que além de cantar bem, tem um estilo super dela, que eu super adimiro.

Ps1: O título é o nome de uma música dos Beatles que o Ozzy fez cover (eu prefiro na voz do Ozzy, mas ok). E a foto é da Taylor Momsen, não tem nada a ver com o título, mas foda-se.
Ps2: O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.

Beijos, Biia.

sábado, 12 de novembro de 2011

Moi...

Bem...  vou falar um pouco de mim, como eu estou e tal!

Eu estou bem, na verdade, eu sempre estou bem. Não que eu sempre esteja, de fato, mas eu não costumo falar se eu estou mal, geralmente, me expresso através de palavras. Algumas vezes, não sei me expressar diante delas, mas, ainda assim, as uso.

Meu sentimentos... bem, eu não estou triste com nada nem ninguém. Sentindo falta de um monte de gente (depois eu escrevo sobre essa gentalha ai / brincadeira, a parte do gentalha). Amando... acho que sim, até hoje, ninguém nunca me deu uma definição de amor. Sem raiva e sem ódio, aprendi essa semana mesmo que é melhor perdoar do que sentir raiva ou ódio de alguém (foi em um filme que eu vi, "Um amor para recordar", é super legal).

A minha vida, como sempre, anda meio bagunçada e cheia de planos, que na maioria das vezes eu os deixo para trás. Esses planos são : me decidir em tudo, ser o que eu pretendo ser, e por ultimo, mas não menos importante, fazer uma dieta. Essa parte da dieta ai não é porque tem pessoas falando que eu estou gorda não, mas é porque eu estou me sentindo gorda.

Enfim... Eu tenho estado bem comigo, só que eu sou  meio estressada, isso é outra coisa que eu preciso controlar, talvez, algum dia eu consiga isso sem remédios.

Beijos, Biia.

O que vocês querem que eu escreva no próximo post? Escrevam nos comentários, todos serão super bem vindos.

Desisti

Pensei melhor e não vou excluir meu blog. Porém, quero mais ajuda e participação de vocês.
Como será o novo "La Vie" :
* Vocês definirão o tema do novo post. (Vocês poderão escolher o que ler. Um exemplo: se você quiser ler minha opinião sobre 'Droga' faça um comentário dizendo que você quer sobre isso.)

* Se houver muitos comentários e sugestões, eu escolherei a que eu mais gostar. ( Exemplo: nos comentários há sugestão sobre música, viagens e bolsas. Eu escolherei sobre o que falar. Caso haja mais de um comentário sobre o mesmo assunto, escreverei sobre o que tiver mais).
* Haverá alguns post mensais, que eu ainda não decidi qual serão. (Podem ser de viagens, roupas, amigos, músicas, lugares legais... ou o que for, vocês decidem).

Vocês já podem dar idéias para o próximo post. Digam o que querem ler, eu escreverei!
Beijos

Caros leitores...

Queridos, queria lhes dizer que eu, Biia, não escreverei mais aqui e em nenhum outro lugar, por enquanto. Não postarei mais aqui porque não estou gostando de nada que escrevo e nem tenho mais tantas idéias sobre o que escrever. O La Vie não será excluído pois tenho meus motivos para não querer deletá-lo. Espero que entendam.

Se vocês quiserem que continue faça o seguinte comentário, nesse mesmo post, : " La Vie, continua! ". Se eu juntar quinze desses eu continuarei postando.

Saibam que eu gosto muito de todos vocês e que eu não queria ter que passar por isso, mas eu não gosto mais dessas coisas que escrevo. Espero, de coração, que vocês entendam.

Um grande beijo, Biia.

sábado, 5 de novembro de 2011

Mon refugie



Meu refúgio é o lugar em que me escondo, escondo as tristezas, as belezas e as bobeiras da vida. As flores do meu jardim são meu refúgio. Eu passo horas lá, deitada naquele lindo campo de margaridas,  pensando nas coisas boas e ruins da vida.

As minhas flores me acalmam. Tem flores de todos os tipos: margaridas, rosas, violetas, damas da noite e muitas outras.

As rosas são as mais lindas, mesmo que exijam mais cuidado ao tocar, elas são as mais belas. Minhas preferidas são margaridas, elas me encantam com sua delicadeza. Minhas damas da noite são meu orgulho, me fazem sentir bem e sentir o ar mais leve. Mas, o que seria de todo esse jardim sem minhas violetas, sem minhas pequenas alegrias?

Meu refúgio é pensar em cada uma delas, pensar se nenhum vento forte vai acabar com elas. Queria saber se elas são fortes o bastante para resistir à tempestade.

Queria dizer, então, que o meu refúgio é o meu jardim, e o meu jardim, é apenas, meu coração.

Meu jardim está molhado e cansado, mas ele está molhado de lágrimas e cansado do sol. Há uma rachadura enorme no meio dele, que o divide, há uma ponte que liga uma parte a outra, mas não há nada que faça esse espaço diminuir.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Sem título

Não é sentir falta de alguém, não é sentir falta de um objeto... É falta de um sentimento que me aqueça, que me faça esquecer os problemas.
Solitária sensação, talvez, eu quisesse somente um abraço amigo; um amigo de verdade, por favor.
Quem poderia me proporcionar um sorriso? Uma lágrima de felicidade? Quem poderia, então, proporcionar paz, em meio a tanta guerra?
Só que seja verdadeiro, tudo o que for! Que sonhos sejam verdades, e verdades lembranças.
Que a felicidade não seja algo apenas sonhado, nem algo para depois.

B.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Dear Society

A sociedade impõe suas opiniões na cabeça das pessoas, e diz à elas quem devem ser, como se vestir, como andar, como agir... E a cada dia mais, isso me irrita, me consome.

As vezes, um pensamento toma conta do meu corpo e quer gritar ao mundo : "Por que ser o que ele quer que eu seja? ", mas tenho de contê-lo. As pessoas se importam com a opinião dos outros, e na maioria das vezes, eu também.

A sociedade prefere que você seja magra (o), você se ajusta, não quer ouvir seus amigos comentando que você está fora do padrão. A sociedade diz que ouvir o cantor do momento é legal, você ouve, é o que toca na balada, e mesmo sem gostar, você está de acordo com aquilo. A sociedade diz que ter o cabelo liso é o tipo de cabelo perfeito para qualquer garota, e elas alisam seus cabelos e dão sua vida para que ele esteja do jeito padrão. A sociedade diz o que e aonde você deve comer, e você come, porque está na moda. A sociedade é, para algumas pessoas, seu auto-retrato.

Pessoas, são aquilo que pensam... Pessoas, são aquilo que a sociedade inventa.

Hoje, dia de ser você... Dia de ouvir a música que o seu coração canta, vestir a roupa que deixa sua pele macia e pensar naquilo que deixa seu cérebro bem... Hoje, dia de esquecer a opinião social.

A sociedade te critica por ter seus próprios pensamentos, suas próprias atitudes, mas saiba, não se amedronte, o que ela quer é dominar o mundo, faça valer a sua opinião, não a dos outros!

Biia.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

À pedidos #2

Como na primeira parte do " À pedidos", Anônimo me pediu para postar algumas coisas, só que acho que ainda teve um pouco de dúvida, então, decidi desvendar todo esse mistério que ronda os posts!

Anônimo disse...
fala mais sobre esse alguem, essa sua pergunta, as duvidas propositais, eu achava que tinha aver com um menino, coração partido, algo assiim, mas se vc disse que não é um garoto, devo concluir que é uma mulher, então...
Anônimo disse...
acho que sou eu \o/ mas só falo quem sou se tiver certeza!

domingo, 30 de outubro de 2011

À pedidos...

Bem... esse não foi mais um post planejado como todos os outros, mesmo que eu tenha pensado bastante sobre o que dizer nele. Esse post vai ser escrito à pedido de alguém (que eu não sei quem é) que pediu mais detalhes sobre o post passado " I want you say 'Yes' ", como vocês podem ver, há um comentário pedindo mais informações, e assim o farei. Só lembrarei uma coisa a vocês, não citarei nomes, nem direi número de letras (como pedido), pois haverá uma certa confusão e pretendo evitá-la.

Enfim... Em todo o post passado, eu falo sobre os meus amigos, que por algum motivo tiveram que ir, mas eu falo, também, daqueles que não tiveram que ir, foram porque quiseram, preferiram assim!

"Acho que quero conversar, sobre alguma coisa, com alguém. Não serve qualquer alguém, tem que ser o alguém."  Esse alguém é representado pelos meus amigos, ou não tão amigos quanto eu pensava que fossem.
Mesmo que as pessoas não me tratem mais como tratavam eu sinto falta delas, bastante falta, eu ainda amo a maioria delas! Não, a maioria não, todos eles!

A pergunta do final do texto, não é nem um pouco confusa, mais eu deixo dúvidas de quem eu quero que volte (e sim, era essa a intenção). Nesse momento, me refiro à uma pessoa muito especial, muito mesmo, a pessoa que mais me fez falta em todo esse tempo, não é um garoto, não é o Alexandre, eu juro.
Acho que já especifiquei tudo ai, mas qualquer coisa deixa um comentário, eu responderei, e se preciso farei outro post.

Obrigada, Biia '', 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

I want you say 'Yes' !

goSupermodel - Profiili

Eu sinto tanta falta deles. Sim, deles. Daqueles que foram que disseram que não iriam; se foram, disseram que voltariam!

Acho que quero conversar, sobre alguma coisa, com alguém. Não serve qualquer alguém, tem que ser o alguém. De preferência, que esse alguém seja uma pessoa que goste de mim, mas que não sejam as pessoas de sempre, que não seja o 'oi' de sempre, que não seja o 'eu te amo' de todo dia... Que seja diferente, verdadeiro, que venha do fundo do coração.
Mas eu queria, mesmo, pedir aqueles que já se foram, que voltassem. Eles não sabem, não entendem, mas fazem bastante falta.
Eu queria pedir também, ser especial pra alguém, ser tudo pra alguém, quero ser reconhecida.

Eu queria pedir uma coisa, pra um alguém muito especial (não citarei nomes, nem responderei pra quem é), é só uma pergunta, você decide a resposta: Volta?

Biia '',

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Like a teenager

Sempre sentia sua falta. Lágrimas eram escondidas atrás de seu belo sorriso e um pouco de maquiagem. A saudade as vezes apertava e não sabia como escapar de toda aquela armadilha, não podia deixar mais nenhuma lágrima cair, já tinham sido tantas...

Lágrimas eram como algo que ao mesmo tempo que aliviava, fazia arder mais. Era impossível evitá-las, elas insistiam em cair. Tudo lembrava o garoto que partira seu coração, seu pequeno e entristecido coração, que já batia sem motivos. Seus pés eram levados sem direção, sua mente era ocupada com maneiras de tentar esquecer a dor e, também ocupada, em pensar o quão tola era por amá-lo.

O garoto só queria saber de aproveitar de garotas, que como ela, eram ingênuas e não tinham nenhuma maldade. A garota sabia disso, o que a tornara um pouco menos inocente, porém, não conseguia segurar o amor por ele.

Ela dizia que já amara muitos outros garotos, só não sabia qual era o significado de amor,  e agora passara a ver que todos os outros "amores" de sua vida, não passavam de pessoas que ela gostara. Dessa vez, era mais forte, e um tanto mais intenso. 

Seu coração insano de amor não sabia os limites de tal sentimento, e a cada vez que batia o único sentido 
era levantar de toda aquela decepção.

Algumas semanas se passaram, o amor não tinha se perdido totalmente, só tinha ficado quieto, estava descansando, estava adormecido. Ela lutava contra essa paixão, ele deixara claro que não a amava, e deixava claro de que queria sua melhor amiga.
Ela o esqueceu, ela finalmente entendeu. Ela ficou mais forte, ficou mais bonita, ficou mais elegante. Porém, ela ainda anda por ai com o coração quebrado, ela ainda o ama, e só ele não vê.

B.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Dans le Couer


"Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade."
Carlos Drummond de Andrade.

As pessoas ainda não sabem o que é ser feliz, chego eu a essa nobre conclusão. Digo que é nobre, pois para chegar à ela precisa-se ter sido realmente feliz. Até então não sabia, confesso sem medo de dizer, mas bastou um dia, para que um dia decidisse pensar em como e por quê ser feliz. Foi de todas, com toda certeza, a conclusão que menos tempo demorou para chegar ao fim, pois é fácil e óbvio.

Ser feliz para viver bem, viver sorrindo, viver bela. Digo que uma pessoa bela é uma pessoa que sorri, que vive bem, em seu interior, que vive bem consigo mesmo. Viver bem é sinônimo de viver sorrindo, ou já foi, em um passado distante, onde as pessoas não procuravam problemas, e sim, a felicidade. Viver sorrindo, um sorriso bonito, um sorriso sincero, um sorriso marcante, de quem deve ser marcado no coração, dentro dele.

Por mais que a vida nos faça cair, cabe à nós saber como levantar, como se reerguer, como perdoar, como ser feliz.

A felicidade te dá mais uma chance a cada dia que você vive, cada manhã que você acorda, e você não deve deixá-la ir, esperar por outra chance, por outra oportunidade. Alguém sabe o que nos irá acontecer amanhã? Quem lhes disse que não iremos morrer? Sim, é pessimismo, mas não deixa de ser verdade, porque amanhã é um novo dia, e não sabemos o que vai acontecer nele.

A felicidade está nas suas mãos, você escolhe se ela ficará ou não.

Se querem um conselho, não deixe-a ir, amanhã ela pode não estar tão disposta a voltar como estava  disposta hoje. Se você não quiser... Je regrete! =)

Beijooos, pessoinhas do meu coração!

sábado, 15 de outubro de 2011

Tears in a hot night


Ninguém sabia por quê
Ninguém queria saber
Sonhadora e forte, não sabia o motivo
Só queria ver o sorriso
Daquele que fosse escolhido
Para tentar lhe fazer  feliz.


 O que poderia ter acontecido
Era um coração partido?
Ficaria feliz

Mesmo que passase dias chorando
Aquilo nunca tinha sido vivido
Era seu sonho,
Esperimentar o gosto de lágrimas
Como toda adolescente normal
Mas...

Não, não tinham corações quebrados
Não tinham sonho realizados
Suas lágrimas eram reflexos de passados
Vividos com a maior alegria, porém, enterrados
Enterrados dentro de sí
Pois só confiava seus grandes segredos ao próprio coração.

Uma garota que buscava a felicidade
Dentro de uma realidade ireal. 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Little phrases of the reality #3 - Hugs


                       "Abraço é o encontro entre dois corações"        Cazuza
Dê um abraço bem apertado em quem você quer por perto, pois você não prevê o futuro e não sabe se ele (a ) estará fisicamente do seu lado, para de dar um abraço e secar suas lágrimas. Diga também o quanto o (a ) ama e o quanto você necessita que esteja ali.

Por hoje, é só isso, beijos, boa noite. Amanhã posto algo mais. 

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Dia das crianças



Sim, o dia das crianças é só mais uma data que o comércio inventou para vender mais produtos, e apesar de não gostar de tal idéia, tento enchergar algo de bom, nesse dia que é dedicado, também, as crianças. Também porque hoje é dia de Nossa Senhora Aparecida (esse é o verdadeiro motivo do feriado) que, por sua vez, é padroeira do Brasil e das crianças.
Enfim... Mesmo que haja um fundo capitalista, que é o maior incentivo, existe também o fundo ideológico. Não sei ao certo qual é a finalidade ideológica, porém, na minha opinião é de que todas as pessoas devem concervar esse lado infantil e inocente dentro de si.

Nossos pais e mães estão sempre comparando a realidade das crianças de hoje em dia, com a infância dela, porém, mesmo que hoje exista esse contato com pessoas que habitam o outro lado do mundo, computadores mais sofisticados e os brinquedos mais mecanizados, ainda há algo em que elas se pareçam, a inocência. Inocência essa que deveria ser mantida por toda eternidade, e deveria ser sempre pura.

Hoje, em comemoração do dia das crianças, deveriamos abrir aquele sorriso puro e não deixar que os problemas atrapalhem nossa feliciadade. E o mais importante de tudo: que todos os dias sejam Dias das Crianças.
Seja feliz, independente da data. ;)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Poemas de um dia em vão...

Deixe-me ir
Então, serei feliz.
Deixe-me partir
E nenhum coração será quebrado.
Deixe-me chorar,
E nenhum sentimento será machucado.
Fique comigo,
E mude minha vida para todo sempre!

Imperfect - Stone Sour

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Algumas coisas sobre mim

Um país: França;
Uma cidade: Paris;
Uma bebida: Vinho;
Uma comida: Pizza;
Uma roupa: Casaco;
Uma cor: Cinza;
Uma música: Imperfect - Stone Sour;
Um instrumento: Guitarra;
Um amigo: Lucas / Alexandre;
Uma amiga: Carol ;
Uma banda: Guns n' Roses ;
Um vocalista: Ozzy Osbourne;
Uma vocalista: Taylor Momsen;
Um ator: Jonny Deep;
Uma atriz: Anne Hathaway;
Um filme: O Diabo veste Prada
Um livro: Avalon High
Um desejo impossível: Paz mundial;
Um desejo possível: Alcançar meus objetivos;
Como eu queria ser: Alta, magra e ruiva;
Uma inspiração: Miranda Priestly;
Como quero terminar a vida: Feliz;
Como eu queria me chamar: Elizabeth (com sotaque britânico, por favor).

sábado, 1 de outubro de 2011

Não tentem entender...

Eu sei que tinha que acontecer, acho que aconteceu tarde demais, cedo demais, rápido e devagar demais. Eu aproveitei todos os momentos, aproveitei todos os segundos, ri, sorri, chorei, entendi, procurei, tentei, mas eu me cansei, e não dá mais.
As vezes que eu te procuro é porque eu quero você comigo, é também porque eu estou sozinha e quero companhia, é porque eu realmente gosto de você.
Só que agora é um amor desgastado, é um coração partido e um cérebro furado. Eu odeio saber que eu te amo desse jeito, você não é meu namorado, você não é mais um amigo, você é especial e a pessoa que me faz rir nos momentos que eram para eu chorar.
Há tanto tempo...
Hoje, eu só quero saber por que você é sempre ocupado demais pra mim e por que eu sou sempre a segunda opção. Só me responda, por quê?
Eu só te peço, me exclua da sua vida, e eu entenderei que é para eu te excluir da minha também.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Les étoiles

                                                Todos os dias vividos apenas para ver um pedaço da noite, pedaço que se acaba, que se dissolve com a chegada de um novo dia, que será a busca de uma nova noite. 


Há tanto tempo que eu não as vejo, não abro meu coração para quem me vigiou todo o dia, e conto como eu me senti. Estrelas são como suas melhores amigas, nem sempre estão com você, mas sempre sabem o que está se passando dentro de ti. Elas são lindas e tão companheiras, te dão "beijos e boa noite" sempre, porém, nuvens e alguns quilômetros as separam de humanos. 


Quem sabe se essa longa distância é boa? Na minha opinião é sim, pois tudo o que um humano pode tocar é algo que não tem valor. Estrelas em nossas mãos seriam como uma nota de 100 reais para um rico, só mais uma, e não como uma nota de 5 reais para uma pessoa pobre, o que é uma coisa unica.


É tão nobre podermos ver as estrelas, e na maioria das vezes, nem paramos e percebemos a presença delas. Hoje, pare e converse com as estrelas. Ninguém faz amizade com quem nunca conversou.

É o que as estrelas dizem...

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Little phrases of the reality #2



E se você parar todos dias e sorrir para as pessoas que vivem com você? Talvez, um sorriso pode mudar o dia de alguém.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Viva e deixe morrer

Quando você era jovem
E seu coração era um livro aberto
Você costumava dizer "Viva e deixe viver"
Você sabe que dizia
Mas se este mundo sempre em mutação
No qual vivemos
Faz você se render e chorar
Diga "Viva e deixe morrer"
"Viva e deixe morrer"

O que é problema pra você
Quando você tem um trabalho para fazer, tem que fazer bem feito
Você tem que mandar os outros pro inferno

Você costumava dizer "Viva e deixe viver"
Você sabe que dizia
Mas se este mundo sempre em mutação
No qual vivemos
Faz você se render e chorar
Diga "Viva e deixe morrer"
"Viva e deixe morrer"

Live and let die- Guns N' Roses
http://www.vagalume.com.br/guns-n-roses/live-and-let-die-traducao.html#ixzz1Y8TJvVZF

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Little phrases of the reality #1

. Dê uma segunda chance, antes que seja tarde demais, antes que a pessoa mais importante da sua vida se canse, e desista, e se ela decidir não voltar, não voltará. Por que não dar uma chance para quem quer mudar?

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Mais um...

E aquilo me consumia, me encomodava.
Almas que já não tinham mais nada à dizer... Parada, estúpidamente encantada com aquilo, aquela canção de alguns pássaros que dançavam brilhantemente no ar. Aquela linda paísagem típica de um inverno frio e seco, porém, aquele céu azul sem núvens a fizera sonhar. Um dia inesperado, pelo simples fato de não planejar a vinda de outros.
Não sabia porquê, mas aquela paísagem lhe encheu de lágrimas nos olhos, lágrimas que seria as mais difíceis de acabar, as mais difíceis também, de secar.
Tempo não havia para que continuasse ali, por mais que quisesse. Já não havia motivos, mas precisava lutar, até o fim.
Mas qual era a melodia a melodia de seus sonhos? Qual era o rítimo da batida de seu coração, que mesmo cansado, batia?
Simplesmente mais um sonho, que sonhara acordada.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Mudanças acontecem

Tem horas na vida que, por mais que você queira, não dá para ser quem você é, ou quem você quer ser, e por isso, mudanças acontecem, pelo fato de circunstâncias impedirem.
E julgam-me porque eu mudei, mas por que não tratar essa mudança como algo que era para ser, sem jogar a culpa em pessoas que não tem nada a ver com isso?
Eu não fiquei chateada por me julgarem, mas por colocarem amigos meus, que não tem nada a ver com isso, na história, e se querem saber mais, essa sou eu. Eu olho com olhar pessimísta para tudo, não gosto de quem eu não gosto, e entre outras coisas, isso sou eu, essa é a minha forte personalidade falando mais alto. E se querem saber de uma coisa, eu posso tentar mudar, mas se não der, não mudarei.

domingo, 4 de setembro de 2011

Hahaha, fizeram para mim

"Falei que eu ia fazer
Bia,seus cabelo é da hora,seu corpon violon,meu docinho de xú,ta me deixaando cúú.Minha bicicleta amarela ta de "portas" abertas,só pra noix pedalá,sentaaados em cantoss.Pois vc mía pitchula,me deixa legalzão,n me sinto sozinho, vc é meu xuxuzinhuu! Music is very good!(Oxente ai, ai, ai) Mas comigo ela não quer estar(Oxente ai, ai, ai), na bicicleta amarela de roda furada, ela não quer subir(Oxente ai, ai, ai), danoninho, chamyto, ela n quer compartilhar.Mas ela é linda,Muito mais do que linda,Very, very beautiful!. Vc me deixa cúú,meu docinho de xúú! Music is very porreta!.Pro santa cruz ela n pode andaar.Eu não sei o que faço pra essa mulher eu conquistar.Porque ela é linda, muito mais do que linda, very, very beautiful! Vc me deixa cú,meu docinho de xuxuuuu."
Alexandre Lessa (já que ele não quer falar o apelido) / Xú

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Dia hetero, sim ou não?

Esses dias, eu estava conversando com um amigo e ele me fez a seguinte pergunta: "Você concorda em ter um dia hetero?". Eu respondi que não, pensemos bem, nós heteros, em sua maioria, jogamos na cara de todos homosexuais que nós somos melhores que eles, mesmo não sendo. Heterosexuais e homosexuais só são diferentes em relação à opção sexual e são pessoas do mesmo jeito, porém, como nós os tratamos com diferença eles querem direitos diferentes (eu acho que estão certos). Acho que para mostrar quem somos não precisamos parar uma avenida, e um dia hetero seria idiotice, pois já basta jogar na cara quem você é ainda precisamos copiar quem é diferente? Concordem ou não, se nós somos diferentes, nós não podemos querer copiar o que nós não somos. Eu sei que foi meio sem conclusão, mas lembrem-se: "Não precisamos parar uma avenida para mostrar quem somos"!

domingo, 28 de agosto de 2011

Pensamentos de uma garota que ama #1

                                                 
"Eu amo seu jeito, eu amo seu olhar, eu amo seu sorriso, eu amo você"           Caio Fernando Abreu       
Eu só queria dizer que eu te amo mais que tudo, que eu não esqueço de nem um minuto se quer, que eu amo cada gesto que você faz, cada abraço seu. Eu amo tudo em você, simplesmente por ser seu. Eu lembro de você... Você é aquele anjo que apareceu no meu sonho e que me fez acordar chorando por não tê-lo ao meu lado, por não poder te abraçar, certo? Saiba que hoje eu sou a pessoa mais feliz do mundo, pois só de imaginar o quanto você me faz feliz já me dá um arrepio.
Eu amo você, muito, acredite!

sábado, 27 de agosto de 2011

Aproveite o dia

Aproveite o dia ou morra lamentando o tempo perdido
Está vazio e frio sem você aqui, tantas pessoas sofrendo.

Eu vejo minha visão queimando, eu sinto minhas memórias desaparecendo com o tempo
Mas sou tão jovem para me preocupar
Essas ruas em que nós viajamos sofrerão do mesmo passado perdido

Eu encontrei você aqui, então, por favor, fique por mais algum tempo
Eu posso continuar com você por perto
Eu te asseguro minha vida mortal, mas isto será para sempre?
Eu faria qualquer coisa por um sorriso, segurando sua mão até nosso tempo acabar
Nós dois sabemos que o dia irá chegar, mas eu não quero te deixar

Eu vejo minha visão queimando, eu sinto minhas memórias desaparecendo no tempo
Mas estou tão jovem para me preocupar
(Uma melodia, uma memória, ou só uma fotografia)

Aproveite o dia ou morra lamentando o tempo perdido
Está vazio e frio sem você aqui, tantas pessoas sofrendo.
Nova vida substituindo todos nós, mudando esta fábula que vivemos
Não precisamos ficar muito aqui, então para onde iremos?
Irá você seguir esta jornada esta noite, me seguir além das paredes da morte?
Mas garota, e se não houver vida eterna?

Eu vejo minha visão queimando, eu sinto minhas memórias desaparecendo no tempo
Mas estou tão jovem para me preocupar
(Uma melodia, uma memória, ou só uma fotografia)

Aproveite o dia ou morra lamentando o tempo perdido
Está vazio e frio sem você aqui, tantas pessoas sofrendo.
Experimentando a vida, há perguntas de nossa existência aqui, não quero morrer só sem você aqui,
Por favor, diga-me que o que temos é real

Então, e se eu nunca te abraçar, ou beijar seus lábios novamente?
Então eu não quero te deixar e as memórias que nós dois temos
Eu imploro não me deixe

Aproveite o dia ou morra lamentando o tempo perdido
Está vazio e frio sem você aqui, tantas pessoas sofrendo.
Experimentando a vida, há perguntas de nossa existência aqui, não quero morrer só sem você aqui,
Por favor, diga-me que o que temos é real

(Silêncio você me perdeu, sem chance para um outro dia.)
Eu caminho aqui sozinho
Caindo sob você, sem chance de levar você de volta para casa. 

http://www.vagalume.com.br/avenged-sevenfold/seize-the-day-traducao.html
Seize the Day - Avenged Sevenfold